Uma das utilidades dos histogramas é a capacidade de estimar rendimentos. Lembre-se que com o histograma você pode visualizar rapidamente um gráfico dos talhões com base no seu índice NDVI (indicador de vigor de vegetação). Isso permite relacionar facilmente os valores e as áreas, gerando zonas ou ambientes de trabalho, com base nas informações processadas. Os pseudo-ambientes ou áreas de interesse apresentam pouca variabilidade interna e alta diferenciação com outras regiões, destacando características particulares. É por isso que o histograma pode ser usado como um mapa de iso-produtividade para estimar o rendimento a obter na safra em curso.

Para isso, siga estas etapas:

1- Use uma imagem do período crítico do cultivo.

2- Divida a imagem em tantas zonas de iso-produtividade sejam necessárias.

3- Escolha pelo menos três pontos por zona, para tirar amostras de campo, com a ajuda do aplicativo móvel.

4- A estimativa de rendimento de cada zona é obtida multiplicando-se o rendimento médio estimado nessa área, pela área desta. O histograma entrega a área sob a curva de cada zona de iso-produtividade.

Encontrou sua resposta?